dez 24

GOVERNADOR ELEITO ROBINSON FARIA DIVULGA OS NOMES QUE FARÃO PARTE DO NOVO SECRETARIADO

A equipe de secretários estaduais que estará ao lado do governador Robinson Faria (PSD) na gestão do Rio Grande do Norte foi anunciada nesta terça-feira (23). O governador eleito fez uma análise de currículos e montou a equipe com base em critérios técnicos. Manteve o compromisso assinado com o Movimento Articulado de Combate à Corrupção de só nomear fichas limpa. Na segunda-feira (29), às 10h, o governador eleito recebe a imprensa para uma coletiva na sede da vice-governadoria para falar sobre as indicações e anunciar os nomes restantes da administração direta e indireta.

Gabinete Civil – Tatiana Mendes Cunha

Advogada, Procuradora da Assembleia Legislativa do RN, Conselheira suplente do CARF, exerceu o cargo de Consultor Geral do Estado do RN (de 2003 a abril de 2010), professora universitária da UFRN e participou da equipe de transição.

Procuradoria Geral do Estado do RN (PGE) – Francisco Wilkie

Advogado, Procurador do Estado do RN desde 1997, ex-professor da UFRN, presidente da Associação dos Procuradores e doutorando em Direito Constitucional.

Consultor Geral do Estado – Eduardo Nobre

Subprocurador da República aposentado, professor de Direito, especialista em Direito do Trabalho. Juiz de Direito. Foi corregedor geral do Ministério Público Federal. Autor de livros na área jurídica.

Secretaria de Tributação – André Horta Melo

Auditor Fiscal do Rio Grande do Norte, presidente do Conselho de Recursos Fiscais do RN. Formado em Administração, Bacharel em Direito e Filosofia. Mestrando em Filosofia Política.

Secretário de Planejamento e das Finanças – Eurípedes Balsanufo de Sousa Melo

Engenheiro Civil, Jornalista, MBA em turismo. Consultor do IICA (Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura) e consultor da Fundação Getúlio Vargas. Com cursos na área de Orçamento Público e Execução Orçamentária, Planejamento Estratégico e situacional.

Secretário de Agricultura, da Pecuária e da Pesca – Haroldo Abuana Osório

Geólogo, servidor do IDEMA e integrante da Diretoria da Associação Norteriograndense de Criadores ANORC – desde 2004.

Secretaria de Saúde – José Ricardo Lagreca

Médico, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Exerce a direção geral do Hospital Universitário Onofre Lopes.

Secretária de Comunicação – Georgia Nery

Jornalista, assessora de imprensa de empresas privadas e públicas, ocupou o cargo de Assessora na Assembleia Legislativa e diretora da TV Assembleia.

Secretaria Extraordinária de Articulação Política– Hudson Pereira de Brito

Administrador, ex-prefeito por três mandatos, ocupou o cargo de assessor de gabinete do deputado federal Fábio Faria em Brasília, ex-secretário executivo do Gabinete Civil e ex-presidente da COAHB.

Secretaria de Turismo – Ruy Pereira Gaspar

Engenheiro civil pela PUC-RJ, empresário do setor hoteleiro e eleito presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).

Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social – Kalina Leite Gonçalves

Advogada, delegada civil, ocupou os cargos de secretária-adjunta de Segurança, Corregedora da Polícia Civil, interventora da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) e participou da equipe de transição.

Secretaria de Trabalho e Assistência Social – Julianne Dantas Faria

Bacharel em Direito, graduada em tecnologia da Informação e integrante da equipe de transição.

Secretaria de Educação – Francisco das Chagas Fernandes

Formado em Letras pela UFRN, ex-secretário de Educação Básica do Ministério da Educação e secretário executivo-adjunto do Ministério da Educação.

Secretaria de Infraestrutura – Jáder Torres

Engenheiro Civil, ex-diretor do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens e ex-secretário adjunto da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – José Mairton França

Graduado em Ciências Econômicas, possui mestrado em economia, doutorado em Engenharia de Produção. Professor da UERN e secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Mossoró.

ADMINISTRAÇÃO INDIRETA

Presidência da Caern – Marcelo Saldanha Toscano

Engenheiro civil, ocupou o cargo de assessor especial de empreendimentos da presidência da Caern, foi diretor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema) e Secretário Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB).

Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Norte S/A (CEASA) – Theodorico Bezerra

Engenheiro e suplente da senadora Fátima Bezerra.

Instituto Técnico-Científico de Polícia – Odair de Souza Glória Júnior

Perito Criminal Federal, Mestre em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, Instrutor da Academia Nacional de Polícia. Atua na área de laboratório, balística forense, local do crime, documentos, veículos e bombas.

Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern) – José Marlúcio

Atual presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais.

Departamento Estadual de Trânsito – José Marcos Freire

Administrador e empresário

Diretor Presidente da Potigás – Carlos Alberto Santos

Administrador, empresário. Com experiência na área de combustíveis e derivados do petróleo.

Junta Comercial do RN – Sâmya Aby Faraj

Advogada, pós-graduada em gestão pública.

JORNAL DE HOJE

compartilhe

dez 24

MENSAGEM DE FIM DE ANO (I)

dez 22

VEREADOR SOLDADO JADSON DENUNCIA PERSEGUIÇÃO CONTRA DIRETORES DA APRAM NO 12º BPM

O vereador Soldado Jadson (SD) torna pública denúncia acerca dos últimos acontecimentos transcorridos no âmbito do 12°BPM que, segundo denúncias de praças que ali são lotados, transformou-se num palco para assédio moral, autoritarismo e perseguições provenientes de atitudes que partem do comandante da unidade, o Major Correia Lima. São práticas direcionadas principalmente contra policiais que atinjam seu ego militarizado arcaico, ou que pertençam aos quadros da Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (APRAM).

Um dos recentes episódios a que se refere Jadson foi a transferência do Soldado César, policial cumpridor de seus deveres, de conduta ilibada e que há 07 (sete) anos atuava na ROCAM. Tal ato foi protagonizado por oficiais subalternos da unidade com o consentimento e ordem do Major Correia Lima que, por sua vez, fez questão de deixar claro que a exclusão do PM do pelotão era em virtude dele pertencer à entidade representativa da categoria em Mossoró, fato que provocou grande indignação de seus pares e demais companheiros os quais declararam apoio a César, inclusive nas redes sociais.

Também investidas pelo absurdo, nos últimos meses outras ocorrências também chamaram a atenção da opinião pública e do Soldado Jadson, como a punição imposta aos policiais militares de serviço que se alimentaram antes do comandante. Ou ainda a adoção de jornadas de trabalho excessivas que fizeram com que PMs trabalhassem até 37 horas ininterruptas, ocasionando num enorme desgaste físico aos profissionais e em sério prejuízo no serviço oferecido à sociedade.

Segundo Jadson, para piorar a situação e numa atitude de total afronta aos representantes da categoria, nos últimos meses o Major Correia Lima tem promovido reuniões ‘administrativas’ em várias subunidades do 12ºBPM com o propósito central de jogar a tropa contra a entidade. Além disso, existe a informação que nos bastidores, de forma intimidadora, a tropa vem sendo induzida à assinar abaixo-assinado em favor do major como forma de mascarar os abusos, postura essa totalmente repudiada pelo mandato do Soldado Jadson.

Inconformados e com a sensação de ter seus direitos ultrajados, vários policiais militares têm impetrado ações no judiciário e ofertado denúncias ao Ministério Público, cobrando providências que cessem aquilo que consideram condutas abusivas do comando do 12ºBPM. Outro grupo de militares também se preparam para seguir o mesmo caminho, informando já possuírem gravações e outras provas que atestam o tratamento reprovável dispensado pelo Major Correia Lima aos seus subordinados.

Jadson informa que o assunto já foi levado ao conhecimento do Coronel Araújo (Comandante Geral da PM) e à assessoria do governador eleito Robinson Faria, informando-os acerca do desgaste que a permanência do Major Correia Lima trará para a gestão. O prefeito Francisco José Júnior, correligionário do novo governador, também já foi alertado sobre o problema.

Para o Soldado Jadson, está clara a pretensão do Major Correia Lima em atingir a entidade que luta pelos direitos dos trabalhadores e que, frequentemente, denuncia práticas sociais ultrapassadas que infelizmente ainda perduram no interior dos quartéis. “Não permitirei que um oficial cale a voz de centenas de militares através de ameaças e retaliações. Ações do tipo estão na contramão do processo de humanização das polícias brasileiras e diante disso jamais ficarei inerte”, afirmou o edil.

GAZETA DO OESTE

dez 22

POLICIA MILITAR DISTRIBUI PRESENTES EM COMUNIDADE CARENTE DE SÃO JOSÉ DE MIPIBÚ

Policiais Militares do 3º batalhão na cidade de São José de Mipibú, região metropolitana de Natal, realizaram na tarde desta sábado, 20, uma confraternização com as crianças da cidade.

A ideia e atitude partiu do Tenente Isaac Leão comandante do policiamento militar da cidade. Cerca de 500 presentes foram distribuídos para as crianças da comunidade que se concentraram na frente da igreja católica.

Pessoas se aproximavam dos militares para agradecer a atitude dos mesmos. “Gostaria de lhe parabenizar por seu lindo gesto de humanismo que pela primeira vez isso acontece em nossa comunidade” disse uma senhora com lágrimas nos olhos.

O comandante Isaac Leão agradeceu a todos que se fizeram presentes, como também agradeceu aos comerciantes colaboradores do evento. “Gostaria de agradecer a todos que nos ajudaram, e dizer que essa ação será a primeira de muitas que viram por aí” Agradeceu o tenente.

190RN

dez 22

SINDICATOS E ASSOCIAÇÕES LIGADAS À SEGURANÇA APROVAM KALINA LEITE

É consenso na equipe de transição do novo Governo, até mesmo pelos discursos do governador eleito Robinson Faria, que a segurança pública tem que ser uma das prioridades durante os próximos quatro anos. Com isso, o anúncio de quem será o novo secretário da pasta é aguardado com expectativa. Apesar de não ter sido confirmada oficialmente, a delegada Kalina Leite, atual interventora da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), é a favorita para ser a responsável por tentar “frear” a insegurança que tomou conta do Rio Grande do Norte. O nome é visto com bons olhos por servidores da categoria.

Para Djair Oliveira, vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol-RN), o fato de Kalina conhecer de perto a realidade da segurança do Estado é um fator diferenciado. “A Kalina está há muito tempo na Polícia Civil e sabe bem a situação da categoria. Esperamos que com ela a situação da Polícia Civil no RN possa ser revista. Hoje temos o pior salário do Brasil. As condições de trabalho estão longe do ideal. Sempre temos problemas com os nossos equipamentos O mínimo que esperamos é que ela olhe com um pouco mais de cuidado para a categoria”.

Eliabe Marques, presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros do RN (ASSPMBMRN), também elogiou a futura titular da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). “Nós acompanhamos o trabalho da Kalina como delegada e também agora como interventora da Fundac. Ela sempre foi uma pessoal que apresentou resultados positivos. O Rio Grande do Norte passa por um momento complicado na questão da segurança e por isso é preciso uma pessoa que conheça bem a realidade do Estado é a mais indicada para ocupar o cargo”.

O ano de 2014 foi marcado por uma série de “desavenças” entre sindicatos e associações da segurança pública com o atual titular da Sesed, Eliéser Girão. Em um dos casos de maior repercussão, quando os policiais civis entregaram coletes, munições e viaturas em situações irregulares na Delegacia de Homicídios (Dehom), Eliéser chegou a falar que quem não estivesse satisfeito com a profissão poderia pedir para sair.

“Já conversei com o delegado geral sobre isso. Estou cobrando profissionalismo da Polícia Civil. O policial fez um juramento de trabalhar e ter dedicação exclusiva em benefício da segurança pública do Estado. Se não quer trabalhar, se é sindicalista que quer botar fogo, o que não me parece ser um caso, ele precisa se lembrar que fez um juramento de trabalhar pela sociedade potiguar. Para esse pessoal eu digo isso, se não estiver satisfeito, procure outra profissão”, afirmou na época.

Segundo Eliabe, o temperamento forte do secretário atrapalhou a relação com a categoria. “Acho que isso é dele mesmo. Ele é uma pessoa de carreira militar, por isso ele tem algumas atitudes mais rígidas, que acabaram provocando algumas situações desnecessárias. Na minha opinião, esse perfil não se encaixa na Sesed. O último Governo enfrentou os servidores e isso não é o correto. A categoria está aqui para ser parceira da Sesed”.

“Nós precisamos de um secretário que esteja aberto ao diálogo com a categoria. Não adianta ficar enfrentando o servidor. Isso não leva a nada. Tudo o que pedimos durante o ano foram coisas justas, que visavam melhorar a segurança pública como um todo. Tanto para os servidores quanto para a população”, comentou Djair. Por fim, o presidente do Sinpol-RN disse que o novo Governo terá uma “pressão” extra dos servidores da segurança. “O discurso de Robinson (novo governador) é de que ele será o governador da segurança. Os servidores da segurança votaram nele em peso por causa das promessas dele, de ter a segurança como uma das prioridades para o Governo”.

JORNAL DE HOJE

dez 22

COM QUASE 1.500 ASSASSINATOS EM 2014, GIRÃO AINDA ACHA QUE HOUVE REDUÇÃO

O atual secretário da segurança do RN, Eliéser Girão, fez nesta sexta-feira (19) o que pode ter sido a última entrevista coletiva no cargo, já que ele não irá continuar na pasta no próximo Governo. Em um balanço das ações desde que assumiu, Eliéser criticou a situação que encontrou a Sesed quando assumiu e culpou a falta de planejamento pelo atual momento da segurança no Estado, onde até o final de novembro 1.497 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) foram registrados.

Empossado no cargo em março deste ano, Eliéser Girão destacou que a pasta estava bem distante do ideal para se fazer um trabalho de qualidade. “Quando eu assumi, não existia planejamento nenhum. Para se ter uma ideia, tivemos três meses para organizar as coisas da Copa do Mundo, inclusive a compra de equipamentos, algo que era para ter sido feito há muito mais tempo. Então, sem dúvida alguma esse foi um fator que atrapalhou o andamento de algumas situações”.

Apesar do número de 1.497 CVLIs registradas até o final de novembro serem bem próximos aos 1532 contabilizados durante todo o ano de 2013, o secretário comentou que conseguiu diminuir os índices, principalmente depois do “pico” que aconteceu entre os meses de julho e agosto, exatamente depois do fim da Copa do Mundo em Natal. “Tivemos que modificar algumas situações para controlar aquela alta de crimes. Fizemos algumas alterações na Delegacia de Homicídios (que agora funciona 24 horas por dia). O trabalho realizado colocou muitos bandidos atrás das grades e isso inibiu a ação criminosa. Em alguns cantos conseguimos diminuir bem os homicídios, como em Macaíba, mas em outros, como Umarizal, não conseguimos diminuir, inclusive os índices aumentaram (foram 7 CVLIs em 2013 e 16 de janeiro a novembro de 2014)”.

Questionado sobre a sensação de insegurança que existe na população, o secretário disse que isso só será resolvido com o aumento do efetivo. “O trabalho foi desenvolvido dentro do possível. Somente polícia na rua é que irá trazer a sensação de segurança. É inadmissível que uma cidade do interior tenha quatro policiais para 10 mil habitantes. Um absurdo. Conseguimos solucionar algumas demandas que estavam reprimidas, mas o aumento de efetivo precisa ser urgente”.

Em relação aos desafios do próximo Governo, o atual secretário disse que o futuro titular da Sesed irá encontrar uma pasta bem melhor do que ele pegou no início do ano. “Nós fizemos vários planejamentos estratégicos desde que eu assumi. A pasta hoje está em uma situação muito boa, com muitos projetos em andamento. Porém, sem dúvida alguma uma das primeiras soluções para a nova gestão terá que ser aumentar o efetivo do sistema de segurança. Além da criação da Divisão de Homicídios”.

O próximo governador também terá mais de R$ 55 milhões garantidos para utilizar no sistema de segurança. “Esses recursos são do Brasil Mais Seguro, RN Sustentável e Crack É Possível Vencer. Conseguimos captar esses valores para o Rio Grande do Norte, mas infelizmente não tivemos tempo suficiente para utilizar, por isso fica de legado para o próximo governador do Estado”.

Por fim, Eliéser Girão destacou a necessidade de se investir em políticas públicas para os jovens. “Outro dia saiu uma pesquisa do IBGE no qual o RN era líder em mortes de jovens dos 15 aos 24 anos. O número de pessoas dessa idade que morrem por arma de fogo é muito grande. E isso não é só responsabilidade da Sesed. É uma questão que passa pela família, estudos e mercado de trabalho. Se um jovem não tem trabalho, não tem ocupação no tempo livre, ele vai para a rua roubar a usar drogas”.

JORNAL DE HOJE

dez 22

HOMEM É EXECUTADO A TIROS AO SAIR DE BAR EM MACAÍBA

A cidade de Macaíba mais uma vez é marcada pela a violência. Na noite deste Sábado (20) às 23 horas na Rua Agenor Xavier, localizado no distrito de Mangabeira, um homem foi executado a tiros.

A vitima foi identificado como Francivaldo de Medeiros Silva, estendido sobre o solo já sem vida e ao lado um veiculo Gol de placas MYG 2366. Ainda de acordo com a PM, após os disparos a população viu três elementos armados e correndo.

O perito criminal Paulo Vale contou que descarta o crime ter características de latrocínio, (Roubo seguido de morte), pois nenhum pertence foi levado. O perito ainda contou que a vitima que trabalha como comerciante e residia na capital potiguar, o mesmo foi executado com dois tiros na cabeça. Um morador da localidade informou que Francivaldo foi visto bebendo no bar da região sozinho. A investigação ficará por conta da delegacia de Macaíba.

CONNECTTV

dez 22

EMPRESÁRIO É PRESO EM PRAIA DO RN APÓS FUGA EM QUADRICICLO

Um empresário de 55 anos foi preso na tarde deste sábado (20) após tentar fugir de uma fiscalização de trânsito na praia de Camurupim, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. Pilotando um quadriciclo projetado para competições em terrenos acidentados, o motorista foi perseguido em alta velocidade por mais de 2 quilômetros, passando por pista de asfalto, terra e areia de praia. Atrás dele, uma equipe comandada pelo tenente Styvenson Valentim, oficial da PM que coordena a Operação Lei Seca no estado em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito.

O G1 acompanhou a perseguição. O vídeo, cedido com exclusividade, mostra o motorista realizando manobras arrojadas numa tentativa de escapar dos policiais. Além de arriscar a própria vida, o empresário ainda expôs ao perigo o sobrinho dele, um garoto de 13 anos.

“O motorista trafegava com o quadriciclo em via urbana, o que segundo o Código de Trânsito Brasileiro é proibido. Emparelhamos o nosso veículo com o dele, ainda em movimento, e o orientamos a parar. Ele não atendeu, começou a acelerar e arrancou. Em alguns trechos da perseguição, ele desenvolveu mais de 100 quilômetros de velocidade e fez curvas arriscadíssimas. Por pouco não causa um acidente grave”, relatou o tenente.

A perseguição começou ainda em um trecho de pista asfaltada. As imagens mostram derrapagens e ultrapassagens em faixa contínua e curvas sem visibilidade, manobras perigosas e que também são proibidas pela legislação de trânsito. Em determinado momento o quadriciclo entra numa estrada de terra e segue em alta velocidade até chegar nas areias da praia. “Em meio a isso tudo ele pôs em risco a vida de muita gente. Além do risco de bater em outro veículo, ele poderia ter atropelado alguém que estava na praia se divertindo. O que ele fez foi de uma irresponsabilidade sem tamanho”, acrescentou Valentim.

O quadriciclo só foi interceptado quando o empresário perdeu a direção ao tentar subir numa duna, onde havia uma trilha aberta por biqueiros. Ao ser abordado, ele admitiu que não estava com os documentos do veículo nem com a carteira de habilitação. “Eu só fugi porque pensei que era um assalto”, disse o empresário, que é proprietário de uma fábrica de gelo e também é empreendedor na área de construção civil.

Criança reconhece tenente
Apavorado, o garoto desceu do quadriciclo chorando. Pouco tempo depois, mais calmo, ele disse que reconheceu o tenente Styvenson Valentim no momento em que o carro do Detran emparelhou com o quadriciclo. “Eu sei quem é ele por causa das matérias que passam na televisão. Ele sempre dá entrevista falando da Lei Seca. Mas meu tio preferiu fugir”, disse o adolescente.

Arrependido, mas autuado
Já na delegacia, o empresário disse que estava arrependido da decisão que tomou. “Eu achei mesmo que era um assalto. Eu ouvi algumas histórias que estão assaltando as pessoas na praia. Fiquei com medo. Já fui assaltado outras vezes e pensei logo em escapar para não ter mais um prejuízo. Juro que não vi o tenente e nem deu pra ver que a picape que ele estava tinha o adesivo do Detran. Se eu tivesse visto, tinha parado na hora. Estou arrependido de ter fugido”, afirmou.

Apesar do arrependimento, o empresário acabou sendo detido por vários crimes e infrações de trânsito gravíssimas. Segundo Styvenson Valentim, o motorista foi notificado e deverá pagar multas por transitar em contramão, dirigir ameaçando pedestres ou outros veículos, ultrapassar com faixa contínua, transitar com veículo motorizado em local não permitido, fazer derrapagens e exibicionismo de manobras perigosas em via pública, ultrapassagens em curvas sem visibilidade adequada, dirigir sem os documentos do veículo e sem habilitação, direção perigosa com risco para pedestres e outros motoristas, “além da desobediência por não ter atendido a ordem policial de ter parado o veículo”, acrescentou o tenente.

O quadriciclo foi apreendido e guinchado até o pátio do Detran.

G1/RN

dez 22

2014 FOI UM ANO VIOLENTO PARA USUÁRIOS E TRABALHADORES DO TRANSPORTE COLETIVO, DIZ SINDICATO

Todos os anos é a mesma situação. Os assaltos aos transportes coletivos no Rio Grande do Norte são constantes e acontecem praticamente todos os dias. Porém, este ano a situação foi ainda pior. O Jornal de Hoje entrou em contato com o presidente do sindicato da categoria, Nastagnan Batista, que classificou 2014 como “um dos piores anos da história”.

O motivo é simples. Além dos assaltos constantes, que até o final de março já somavam cerca de 760, os trabalhadores sofreram ainda mais nas mãos dos bandidos. “Nós tivemos companheiros nossos mortos, esfaqueados e baleado. Foi um ano realmente terrível para nós. A insegurança foi imensa, tanto para os trabalhadores quanto para os próprios passageiros. Tivemos que fazer algumas paralisações para tentar trazer alguma resposta do Governo”, destacou Nastagnan.

Em agosto, por exemplo, o motorista Francisco Izaque de Faria, de 37 anos, passava por Parnamirim, quando dois criminosos entraram no veículo se passando por passageiros e anunciaram o assalto. De acordo com a Polícia Militar, 40 pessoas estavam no alternativo no momento do crime. A dupla roubou os pertences dos passageiros, levou o dinheiro do ônibus e pediu ao motorista para parar o veículo. Mesmo com a ordem atendida, um dos suspeitos atirou em Francisco Izaque antes de descer do ônibus. Atingido na perna, o homem perdeu muito sangue e mesmo recebendo atendimento do Samu, não resistiu, morrendo no local.

Já em outubro, Carlos Alberto Silva, então cobrador da linha 38, foi baleado no peito durante um assalto. Ele passou por um procedimento cirúrgico e sobreviveu. O criminoso, um adolescente de 14 anos, foi detido pela população logo depois da ação e espancado até a chegada da polícia.

Os dois casos mobilizaram a categoria, que fez grandes manifestações e paralisou as atividades por algumas horas. Os protestos surtiram efeito e novas ações policiais foram realizadas para tentar diminuir os assaltos. Ônibus passaram a ser revistados e paradas de ônibus estão sendo monitoradas. O resultado foi uma diminuição significante dos crimes, pelo menos na visão do Sindicato dos Rodoviários do RN (Sintro-RN). “Não temos como negar que a polícia realmente aumentou as ações para combater os assaltos. Algumas pessoas foram presas e o número de ocorrências realmente diminuiu nesses dois últimos meses (novembro e dezembro). Mas infelizmente o estrago do início do ano já estava feito”, comentou Nastagnan.

Já um motorista de ônibus, que não quis se identificar, afirmou que os assaltos continuam constantes. “Aquela história de abordagens policiais não deu em nada. Eles começaram a fazer, diminuiu e depois pararam. Continuamos tendo assaltos todos os dias. Já estou buscando outras opções de trabalho, pois essa aqui está perigosa demais. Nós saímos de casa sem ter a certeza se iremos voltar”. Entre a última quarta e quinta-feira, ações criminosas foram registradas em ônibus na Grande Natal, dois em Parnamirim, na BR 101. Em nenhum dos casos os suspeitos foram presos ou identificados.

Por fim, Nastagnan destacou a necessidade de se fazer ações desde o início do ano para evitar o que aconteceu este ano. “Precisou acontecer esses casos mais graves para que fosse tomada alguma providência. É preciso acontecer investimentos do Governo, para aumentar o efetivo policial e também das próprias empresas de segurança, que também podem tomar algumas medidas, como a instalação de câmeras de segurança”.

JORNAL DE HOJE

dez 22

TRISTEZA E REVOLTA NO SEPULTAMENTO DO SOLDADO DOS SANTOS EM MACAÍBA

O policial militar Paulo Melo dos Santos, de 43 anos, baleado durante um assalto no bairro Capim Macio, na última quarta-feira, foi sepultado na tarde deste sábado (20), no cemitério municipal de Macaíba em um clima de tristeza, dor e revolta por parte dos familiares e colegas de farda. O soldado não resistiu ao ferimento na cabeça provocado pelo tiro morrendo dois dias depois no hospital Walfredo Gurgel.

O corpo do soldado Dos Santos foi velado em São Gonçalo do Amarante durante todo o dia e transladado para Macaíba em um carro aberto do corpo de bombeiros. Batedores do policiamento de transito e policiais da Rocam abriram caminho no cortejo que foi acompanhado por amigos, familiares e imprensa. Sirenes e intermitentes foram ligados durante todo o percurso.

Na entrada do cemitério o caixão foi retirado da viatura e levado pelos policiais da antiga unidade do PM, as rondas ostensivas, parou no meio do caminho para o último adeus da família e recebeu outras homenagens, uma salva de tiros e a continência de um atirador de elite do Helicóptero Potiguar 01, a aeronave sobrevoou o cemitério durante oito minutos.
A tia do soldado Dos Santos, a senhora Maria das Dores, relatou que ainda não acredita que o sobrinho que tinha como filho foi embora de foram tão violenta, para ela isso tudo é um pesadelo.

“Eu estou achando que isso tudo é um pesadelo, um sonho ruim que ainda não acabou. Paulo era como um filho e está sendo muito difícil enfrentar tudo isso”, relatou.

Entidades representativas dos policiais militares estiveram no local e se manifestaram contra a violência que vem afetando a categoria nos últimos anos. Presidente da ACS (Associação de cabos e soldados do RN), Roberto Campos, disse que essa realidade tem que mudar e que a justiça deve que ser feita principalmente em casos como esses em que os agentes de segurança são mortos.

“Não dá mais para esperar, temos que fazer alguma coisa, mas de acordo com a lei, é inadmissível presenciarmos cidadãos de bem, responsáveis pela segurança de outros cidadãos serem alvos de criminosos”, desabafou.

PORTAL BO

dez 22

POLICIAIS MILITARES DO 9º BPM SE DESPEDEM DO SOLDADO DOS SANTOS

Viaturas o 9º Batalhão fecharam a Avenida Bernardo Vieira, por cerca de 10 minutos em uma atitude de protesto contra a morte do quinto policial militar no estado, somente este ano.

dez 22

CHARGE DO DIA: FUJÃO

dez 19

MORRE PM BALEADO EM FRENTE A RESTAURANTE NA ZONA SUL DE NATAL

Paulo Melo dos Santos, de 43 anos, estava na UTI do Walfredo Gurgel.
Baleado na noite da quarta (17), o soldado faleceu na tarde desta sexta (19).

O policial militar baleado na cabeça – crime ocorrido na noite da quarta-feira (17) em frente a um restaurante na Zona Sul de Natal, não resitiu ao ferimento e morreu na tarde desta sexta-feira (19). Paulo Melo dos Santos, de 43 anos, estava internado na UTI do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. A morte do soldado foi confirmada pela própria unidade.

Policial militar há 14 anos, Dos Santos, como era mais conhecido, trabalhou por muitos anos na Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), mas atualmente era lotado na Diretoria de Pessoal da corporação.

“Externo aqui o sentimento de pesar pelo falecimento do nosso companheiro de farda. Que Deus conforte os nossos corações e principalmente os corações dos seus familiares, esposa e filhos. Que Deus o receba com os braços abertos em sua nova morada eterna.”

dez 19

POLICIAIS MILITARES EM LUTO

dez 18

SOLDADO DA PM BALEADO NA CABEÇA POR BANDIDOS ESTÁ EM ESTADO GRAVE

O soldado Paulo Melo dos Santos, de 43 anos, baleado na cabeça e nas costas, na noite desta quarta-feira (17), em Capim Macio, está internado em estado grave no Hospital Walfredo Gurgel. O militar estava na frente de um restaurante, quando bandidos chegaram em um carro e atiraram contra o SD Dos Santos.

O policial foi atingido por dois tiros nas costas e um na cabeça. Após a vítima cair, um dos bandidos desceu do carro e roubou a pistola ponto 40 do soldado. Em seguida, eles fugiram. A Polícia Militar logo foi acionada e passou a realizar diligências, mas nenhum suspeito foi localizado até o momento.

De acordo com a PM, o soldado baleado é lotado na Diretoria de Pessoal da PM, onde exerce trabalho administrativo. Na noite desta quarta-feira, ele estaria cobrindo um colega que auxiliava na segurança do restaurante.

PORTAL BO

dez 18

POLICIAIS MILITARES CONCLUEM O ESTÁGIO DE HABILITAÇÃO À SARGENTO E NIVELAMENTO A GRADUAÇÃO DE CABO

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, 17, no Centro de Formação de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte a formatura de conclusão do Estágio de Habilitação à Sargento e Nivelamento a Graduação de Cabos.

A Polícia Militar e a sociedade ganharão 240 novos sargentos e 80 novos cabos.

Essas promoções é fruto da Lei de Promoção de Praças, conquistada através de luta e participação em massa da categoria nas mobilizações quando convocada pelas associações. A promoção dos policiais é um direito que tem por objetivo valorizar o profissional da segurança pública que trabalha 24 horas por dia em defesa da sociedade.

Que venhas às próximas promoções a todos os soldados e cabos da instituição.

dez 18

JOVEM XINGA PMs EM VÍDEO NA INTERNET, ARREPENDE-SE E PEDE DESCULPAS

O agente de segurança privada Gabriel Henrique Cristiano da Silva, de 27 anos, criou um mal-estar entre ele e policiais militares do Rio Grande do Norte, após divulgar nas redes sociais um vídeo xingando os PMs. Gabriel afirma ter sofrido um acidente causado por uma pessoa que fugiu e, ao procurar a polícia, não recebeu atenção devida. Isso desencadeou uma série de xingamentos da parte dele. Mas, arrependido, o rapaz publicou outro vídeo em que pede desculpas.

De acordo com Gabriel Silva, ele sofre de um problema psicológico e, por isso, teria dito as palavras ofensivas contra os policiais militares. O próprio jovem procurou a reportagem do Portal BO pedindo que seu pedido de desculpas fosse ao ar. No vídeo, ele apresenta exames que atestam seu problema psicológico.

Vídeo com pedido de desculpas:

Vídeo com xingamentos:

PORTAL BO

dez 18

APÓS SER ASSALTADO, VICE-GOVERNADOR ELEITO AFIRMA: “O RN VIVE HOJE UMA GUERRA CIVIL”

Na madrugada desta quinta-feira (18), o vice-governador eleito do RN Fábio Dantas sentiu na pele as dificuldades que o próximo Governo irá enfrentar para combater a insegurança que tomou conta do Rio Grande do Norte. Quando estava saindo de uma reunião no apartamento do governador eleito Robinson Faria, que fica na praia de Areia Preta, por volta das 2h, Fábio e a advogada Tatiana Mendes Cunha, ambos integrantes da equipe de transição, foram surpreendidos por seis criminosos, que colocaram as armas na cabeça dos dois e levaram vários objetos. O crime ocorreu exatamente no dia em que Robinson e Fábio serão diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), solenidade que ocorre nesta tarde.

O futuro vice-governador conversou com O Jornal de Hoje na manhã desta quinta. Ainda muito abalado com a situação, ele afirmou que a segurança será uma das prioridades do próximo Governo e disse que o Rio Grande do Norte vive uma Guerra Civil. “Nós estamos vivendo mesmo (uma Guerra Civil). Você viu o que fizeram com o policial militar? (soldado que foi baleado na cabeça). Um absurdo total. A situação está complicada mesmo. A segurança será uma das prioridades do nosso Governo, pois a situação não pode continuar assim. Estamos trabalhando nesse sentido”, contou.

Fábio ainda detalhou os “cinco minutos de terror” que ele e Tatiana Mendes viveram nas mãos dos bandidos. “Quando nós estávamos saindo do prédio, os criminosos chegaram. Eram seis no total. Quatro nos abordaram e outros dois ficaram dando cobertura. Eles ficaram com as armas apontadas para as nossas cabeças, nos ameaçando e pedindo todos os objetos que tínhamos. Foi realmente uma situação muito delicada e muito traumatizante. Um sufoco muito grande”. O vice-governador eleito afirmou que ainda foi agredido por um dos suspeitos.

“Eles estavam bem nervosos. Enquanto pediam os nossos pertences, eles alegavam que eu tinha um cordão de ouro. Eles ficaram puxando o meu pescoço, que está todo arranhado. Imagine a situação. Ele, armado e me puxando. Foi um momento terrível. Felizmente nada de mais grave aconteceu”. Os bandidos fugiram levando celulares, relógios e a bolsa de Tatiana. “Não sei nem o motivo deles não terem levado o carro, pois eles tiveram tempo para isso. De tão nervoso, nem vi para onde eles fugiram”.

Em entrevista ao Jornal da 96FM hoje pela manhã, o governador eleito Robinson Faria, comentou sobre o caso e afirmou que depois de eleito dará uma resposta rápida para a população. “Irei conversar com a polícia, antes mesmo de assumir. Irei falar que vamos fazer de tudo por ela, mas que quero uma resposta rápida. Eu assumindo temos que arrumar a casa. A população não pode esperar nem mais um minuto”.

O local onde Fábio Dantas e Tatiana Mendes foram assaltados é conhecido pelos constantes assaltos, principalmente no período da noite. A reportagem do JH esteve esta manhã em Areia Preta e não precisou procurar muito para confirmar que aquela região tem registrado assaltos constantes. “Rapaz, aqui é direto. Fizeram um reforço no policiamento durante o dia. De vez em quando fica uma viatura por aqui, mas em alguns horários ela não aparece e o pessoal (criminosos) aproveita. Eu mesmo já vi uma turista ser assaltada bem em frente para esse prédio (onde o governador Robinson Faria mora)”, disse Júlio Soares, que trabalha em uma empresa de limpeza.

Já um vendedor, que todos os dias passa com os produtos pela região, afirmou que o maior problema é uma escadaria que fica entre dois prédios. “Essa escadaria leva até Mãe Luíza. Os criminosos descem, fazem o assalto e depois voltam correndo pela escadaria. Quando a PM chega, eles já estão escondidos. Eles agem muito rapidamente”, contou o homem que não quis se identificar.

JORNAL DE HOJE

dez 18

CHARGE DO DIA: ORNAMENTAÇÃO NATALINA

dez 15

EX-PREFEITO DO RN É CONDENADO A PAGAR INDENIZAÇÃO AO ESTADO POR TRANSFERÊNCIA INDEVIDA DE POLICIAIS DA CIDADE

O ex prefeito da cidade de Triunfo Potiguar, Antônio Estevam, conhecido como ” Toinzinho” foi condenado a pagar indenização no valor de R$ 10.000,00( dez mil reais) acrescidos de juros, ao estado do Rio Grande do Norte, por ter transferido de forma indevida policiais militares que trabalhavam naquela cidade no ano de 2007. A transferência de dois policiais pertencentes ao 10º BPM de Assu na época, se deu devido os policiais terem pedido para o mesmo baixar o som do seu veículo, uma vez que havia diversas ligações informando que o barulho estaria atrapalhando a realização de uma missa. Além de pagar a indenização ao Estado, o ex-prefeito teve cassado seus direitos políticos por três (03) anos.

A sentença foi dada pelo Excelentíssimo Juiz de Direito da Comarca de Campo Grande, MM Bruno Lacerda Bezerra Fernandes.

Veja trechos da sentença:

” Trata-se de Ação por Ato de Improbidade promovida pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte em face de Antônio Estevam, imputando a este a prática de ato de improbidade administrativa tipificado no artigo 11, caput, da Lei de Improbidade Administrativa e requerendo sua condenação na pena do artigo 12, inciso III, em razão dos fatos e direito a seguir descritos.

Consta da inicial que o demandado, utilizando-se da condição de prefeito municipal de Triunfo Potiguar/RN, impôs a transferência, como forma de represália, a 2 policiais militares lotados no destacamento de polícia da referida cidade, pelo fato dos mesmos haverem-no abordado em praça pública, solicitando a diminuição do volume de som veicular, caracterizando, segundo a inicial, prática de desvio de finalidade”…

Pelo acima exposto, nos termos do artigos 11, caput e artigo 12 inciso III da Lei de Improbidade Administrativa, julgo procedente o pedido para condenar o réu ANTONIO ESTEVAM a (i) pagar multa civil no valor equivalente a uma remuneração percebida pelo agente na data dos fatos objetos da demanda, devidamente atualizado; (ii) suspensão dos direitos políticos pelo período de três anos (iii) proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário pelo mesmo prazo. No mais, condeno o requerido ao pagamento das custas processuais. Sem condenação em honorários conforme artigo 18 da Lei de Ação Civil Pública. Publique-se. Registre-se. Intimem-se. Campo Grande/RN, 01 de dezembro de 2014.

O ex prefeito Antonio Estevam concorreu ao cargo de prefeito no pleito eleitoral do ano de 2012, perdendo para o atual prefeito. De acordo com a decisão do magistrado, o ex-prefeito não poderá concorrer ao próximo pleito eleitoral.

dez 15

SEGUNDO SESED, CRIMES VIOLENTOS LETAIS DIMINUÍRAM NO RIO GRANDE DO NORTE EM 2014

Apesar do clima de insegurança no Rio Grande do Norte e dos homicídios que acontecem praticamente todos os dias no Estado, a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), divulgou uma nota na qual informa que os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) praticados no Estado diminuíram se comparados ao mesmo período do ano passado.

Segundo informações divulgadas no Portal BO, na estatística da Sesed constam 1.497 ocorrências, registradas pelo Sistema SISNECRO que é utilizado pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (ITEP/RN), no período de 1º de janeiro a 30 de novembro deste ano. Já no ano de 2013, no mesmo período foram registradas 1.532 ocorrências, com um aumento de 25,88% em relação a 2012, que teve 1.217 casos, este com um aumento de 12,89% em comparação a 2011, que havia registrado 1.078 CVLIs. O secretário Eliéser Girão afirma que esta diminuição se deve a série de medidas e operações realizadas nos últimos meses.

Os dados do Conselho Estadual de Direitos Humanos são bem diferentes dos apresentados pela Sesed. De acordo com Marcos Dionísio, o número de CVLIs em 2014 já ultrapassou a marca de 2013.

“Já passamos de 1550 em 2014. Os números são superiores aos do ano passado. Fazemos esse trabalho de contagem há bastante tempo e sempre buscamos os números corretamente. O Governo sempre questiona esses dados, sempre puxando para menos. Mas o Rio Grande do Norte vem apresentando crescimento no número de CVLIs nos últimos anos e em 2014 não foi diferente. Na próxima semana teremos dados mais atualizados”, afirmou.

No início da semana o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou um estudo no qual o RN aparece como o Estado que apresenta a maior porcentagem em relação ao número de mortes violentas entre os jovens de 15 a 24 anos.

Nos dados o RN aparece com 2221 mortes violentas (acidentes de trânsito, homicídios e suicídios), sendo 1954 do sexo masculino e 267 do sexo feminino. Durante o período, 918 jovens entre 15 e 24 anos morreram e desse total 79,3% (728) foram vítimas de mortes violentas. O RN é seguido por Bahia (78,9%) e Sergipe (78,1%).

Posts mais antigos «

» Posts mais novos